"Os que confiam no Senhor são como os Montes de Sião que não se abalam, mas permanecem para sempre."

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Palavra Vital p/ o Ano Novo.

Uma palavra vital p/ 2011:

Quer ter um ano novo bom? Comece tendo uma mente nova boa!

Pare de ver coisas onde não tem. Pare de se preciptar em crer no pior. Pare de fantasiar situações fatalistas. Pare de falar negativamente…

Você não pode entrar no ano novo com uma mente velha. Se não, seu ano novo será uma repetição do ano velho!

Alinhe seus pensamentos com a revelação da fé na Palavra de Deus (bíblia), conte com a ajuda do Espírito Santo.

Deus está pronto sempre, não apenas em datas festivas. Nossa fé não pode estar em um relógio, no calendário ou “na meia noite”, mas a fé tem que estar firme sobre o que está escrito e temos que saber que a cada ano, ou a cada dia é uma nova oportunidade de receber as bençãos e conhecer a Deus um pouco mais.

Pense nisso. Um abs e um ótimo ano novo – com uma mente nova p/ você!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Cesar e Nilza.


O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.
Fernando Pessoa



Desejo um feliz 2011 para esse casal que amo muito e que é muito importante na minha vida e no meu ministério. Obrigado por tudo e faço minhas esse poema de Fernando pessoa.

domingo, 26 de dezembro de 2010


Entre a árvore e o vê-la
Onde está o sonho?
Que arco da ponte mais vela
Deus?... E eu fico tristonho
Por não saber se a curva da ponte
É a curva do horizonte...

Entre o que vive e a vida
Pra que lado corre o rio?
Árvore de folhas vestida -
Entre isso e Árvore há fio?
Pombas voando - o pombal
Está-lhes sempre à direita, ou é real?

Deus é um grande Intervalo,
Mas entre quê e quê?...
Entre o que digo e o que calo
Existo? Quem é que me vê?
Erro-me... E o pombal elevado
Está em torno na pomba, ou de lado?

Fernando Pessoa

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010


Preciso

Preciso ouvir a voz de Deus, saber o que ele quer de mim...
Preciso aprender a depender de Deus cada vez mais...
Preciso andar debaixo da unção do meu Senhor,
Preciso ser mais servo e servir com muito mais amor.

Preciso ouvir Deus me falar ainda que ele vá me corrigir,
Preciso aprender a ser fiel até o fim,
Preciso andar debaixo da unção do meu Senhor,
Me abandonar nos braços de Jesus em plena adoração.

Aí eu sei que nada neste mundo pode me atingir
Aí eu sei que venço as fraquezas que há em mim
Naquela cruz abristes os braços e venceste tudo
Maior amor não há Jesus tu és Maravilhoso, Maravilhoso.

domingo, 19 de dezembro de 2010


Águas de Março


É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é o laço, é o anzol

É peroba do campo, é o nó da madeira
Caingá, candeia, é o MatitaPereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
É o mistério profundo, é o queira ou não queira

É o vento ventando, é o fim da ladeira

É a viga, é o vão, festa da cumeeira
É a chuva chovendo, é conversa ribeira
Das águas de março, é o fim da canseira

É o pé, é o chão, é a marcha estradeira
Passarinho na mão, pedra de atiradeira
É uma ave no céu, é uma ave no chão
É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão

É o fundo do poço, é o fim do caminho
No rosto o desgosto, é um pouco sozinho
É um estrepe, é um prego, é uma ponta, é um ponto
É um pingo pingando, é uma conta, é um conto

É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando
É a luz da manhã, é o tijolo chegando
É a lenha, é o dia, é o fim da picada
É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada

É o projeto da casa, é o corpo na cama
É o carro enguiçado, é a lama, é a lama
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um resto de mato, na luz da manhã

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração

É uma cobra, é um pau, é João, é José
É um espinho na mão, é um corte no pé

São as águas de março fechando o verão,
É a promessa de vida no teu coração

É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um belo horizonte, é uma febre terçã

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
pau, pedra, fim, caminho
resto, toco, pouco, sozinho
caco, vidro, vida, sol, noite, morte, laço, anzol

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração.

Nesse momento estou precisando disso.


Jesus, quero ficar Contigo, eu quero ser Seu amigo...
Quero comer no Teu prato,
Calçar os meus pés nos Teus sapatos...
E arrastar... Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá...

Jesus, eu quero muito Você...
Pegar Tuas sandálias e esconder...
Esconder pra Você não sair, pois quero estar perto de Ti...
Te abraçar... Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá...

Jesus, eu quero deitar no Teu colo...
Te contar tudo, tudo que eu sei...
Descansar recostado ao Teu peito, ouvindo o Teu coração...
E me acalmar... Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá...

Jesus, eu quero vestir Sua camisa...
Com as mangas maiores que meus braços...
Correr pela casa ao Teu encontro...
Me abandonar no Teu braço...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O PODER DA PALAVRA IMPERATIVO


.
Imperar é atributo que sugere poder. O imperador comanda o império, rege com autoridade. Imperativo é tudo o que ordena, o que governa.
Na linguagem temos os verbos imperativos. São aqueles que dão ordens. Sempre que os leio escuto gritos, vozes querendo me convencer do conteúdo que sugerem. O verbo é a casa da ação. Dele se desdobram movimentos. Verbos mobilizam os sujeitos. É a regra da gramática, mas é também a regra da vida.
Penso nas palavras que me ordenam. Quero compreender a razão de gritarem tanto sobre os meus ouvidos e de me moverem para a vida que vivo. A interpretação que faço do mundo passa pelos verbos que imperam sobre mim. Por isso, a qualidade da vida depende dos verbos que imperam sobre ela.
Gosto de conjugar o verbo “amar” no imperativo – “Ame!” Não há necessidade de complementos. Ame este ou aquele. Ame agora ou depois. Não há justificativas. É só amar. É só seguir a ordem que o verbo sugere. “Ame!” Repito. Não escuto gritos, mas uma voz mansa com poder de conselho. Voz que reconheço ser a de Jesus a me conduzir por um caminho seguro que me fará viver melhor. “Ame!” Ele repete! “Ame!” Ele aconselha.
Tenho aprendido que o amor é o melhor jeito de responder às questões do mundo. Experimento isso na carne. Eu fico melhor cada vez que amo. Digo isso como homem religioso que sou. A religião é a casa do amor, assim como o verbo é a casa da ação. Se não é, não é religião. É esconderijo onde acomodamos nossa hipocrisia. É lugar onde justificamos nossas intolerâncias. É guerra fria que fazemos em nome de Deus.
Eu ainda acredito que o amor é a religião que o mundo precisa. Jesus ensinou isso. Morreu por crer assim. Elevou à potência máxima o imperativo do amor, e não fugiu das consequências. Tenho medo quando nos especializamos em qualificar as pessoas como boas ou ruins, em nome da religião. Tenho medo de deixar que outros verbos imperem sobre minha vida. Verbos que excluem, abandonam, jogam fora e que condenam a partir de aparências...
É nesta hora que eu me recordo do imperativo de meu Mestre - “Ame!” E só assim eu descanso.
Eu sei que você também costuma se perder em tantas realidades desta vida. Eu sei que o seguimento de Jesus costuma nos colocar em encruzilhadas, porque não há seguimento sem escolhas. É natural que nasçam dúvidas e a gente se pergunte – E agora? Como ser de Deus no meio de tantas realidades contrárias? Como manter o olhar fixo no que cremos sem que a gente precise cometer o absurdo de desprezar os que creem diferente de nós?
Nem sempre conseguimos acertar, fazer da melhor forma.
Quer um conselho? Ame!
Imperar é atributo que sugere poder. O imperador comanda o império, rege com autoridade. Imperativo é tudo o que ordena, o que governa.
Na linguagem temos os verbos imperativos. São aqueles que dão ordens. Sempre que os leio escuto gritos, vozes querendo me convencer do conteúdo que sugerem. O verbo é a casa da ação. Dele se desdobram movimentos. Verbos mobilizam os sujeitos. É a regra da gramática, mas é também a regra da vida.
Penso nas palavras que me ordenam. Quero compreender a razão de gritarem tanto sobre os meus ouvidos e de me moverem para a vida que vivo. A interpretação que faço do mundo passa pelos verbos que imperam sobre mim. Por isso, a qualidade da vida depende dos verbos que imperam sobre ela.
Gosto de conjugar o verbo “amar” no imperativo – “Ame!” Não há necessidade de complementos. Ame este ou aquele. Ame agora ou depois. Não há justificativas. É só amar. É só seguir a ordem que o verbo sugere. “Ame!” Repito. Não escuto gritos, mas uma voz mansa com poder de conselho. Voz que reconheço ser a de Jesus a me conduzir por um caminho seguro que me fará viver melhor. “Ame!” Ele repete! “Ame!” Ele aconselha.
Tenho aprendido que o amor é o melhor jeito de responder às questões do mundo. Experimento isso na carne. Eu fico melhor cada vez que amo. Digo isso como homem religioso que sou. A religião é a casa do amor, assim como o verbo é a casa da ação. Se não é, não é religião. É esconderijo onde acomodamos nossa hipocrisia. É lugar onde justificamos nossas intolerâncias. É guerra fria que fazemos em nome de Deus.
Eu ainda acredito que o amor é a religião que o mundo precisa. Jesus ensinou isso. Morreu por crer assim. Elevou à potência máxima o imperativo do amor, e não fugiu das consequências. Tenho medo quando nos especializamos em qualificar as pessoas como boas ou ruins, em nome da religião. Tenho medo de deixar que outros verbos imperem sobre minha vida. Verbos que excluem, abandonam, jogam fora e que condenam a partir de aparências...
É nesta hora que eu me recordo do imperativo de meu Mestre - “Ame!” E só assim eu descanso.
Eu sei que você também costuma se perder em tantas realidades desta vida. Eu sei que o seguimento de Jesus costuma nos colocar em encruzilhadas, porque não há seguimento sem escolhas. É natural que nasçam dúvidas e a gente se pergunte – E agora? Como ser de Deus no meio de tantas realidades contrárias? Como manter o olhar fixo no que cremos sem que a gente precise cometer o absurdo de desprezar os que creem diferente de nós?
Nem sempre conseguimos acertar, fazer da melhor forma.
Quer um conselho? Ame!
Imperar é atributo que sugere poder. O imperador comanda o império, rege com autoridade. Imperativo é tudo o que ordena, o que governa.
Na linguagem temos os verbos imperativos. São aqueles que dão ordens. Sempre que os leio escuto gritos, vozes querendo me convencer do conteúdo que sugerem. O verbo é a casa da ação. Dele se desdobram movimentos. Verbos mobilizam os sujeitos. É a regra da gramática, mas é também a regra da vida.
Penso nas palavras que me ordenam. Quero compreender a razão de gritarem tanto sobre os meus ouvidos e de me moverem para a vida que vivo. A interpretação que faço do mundo passa pelos verbos que imperam sobre mim. Por isso, a qualidade da vida depende dos verbos que imperam sobre ela.
Gosto de conjugar o verbo “amar” no imperativo – “Ame!” Não há necessidade de complementos. Ame este ou aquele. Ame agora ou depois. Não há justificativas. É só amar. É só seguir a ordem que o verbo sugere. “Ame!” Repito. Não escuto gritos, mas uma voz mansa com poder de conselho. Voz que reconheço ser a de Jesus a me conduzir por um caminho seguro que me fará viver melhor. “Ame!” Ele repete! “Ame!” Ele aconselha.
Tenho aprendido que o amor é o melhor jeito de responder às questões do mundo. Experimento isso na carne. Eu fico melhor cada vez que amo. Digo isso como homem religioso que sou. A religião é a casa do amor, assim como o verbo é a casa da ação. Se não é, não é religião. É esconderijo onde acomodamos nossa hipocrisia. É lugar onde justificamos nossas intolerâncias. É guerra fria que fazemos em nome de Deus.
Eu ainda acredito que o amor é a religião que o mundo precisa. Jesus ensinou isso. Morreu por crer assim. Elevou à potência máxima o imperativo do amor, e não fugiu das consequências. Tenho medo quando nos especializamos em qualificar as pessoas como boas ou ruins, em nome da religião. Tenho medo de deixar que outros verbos imperem sobre minha vida. Verbos que excluem, abandonam, jogam fora e que condenam a partir de aparências...
É nesta hora que eu me recordo do imperativo de meu Mestre - “Ame!” E só assim eu descanso.
Eu sei que você também costuma se perder em tantas realidades desta vida. Eu sei que o seguimento de Jesus costuma nos colocar em encruzilhadas, porque não há seguimento sem escolhas. É natural que nasçam dúvidas e a gente se pergunte – E agora? Como ser de Deus no meio de tantas realidades contrárias? Como manter o olhar fixo no que cremos sem que a gente precise cometer o absurdo de desprezar os que creem diferente de nós?
Nem sempre conseguimos acertar, fazer da melhor forma.
Quer um conselho? Ame!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Por que você ama quem você ama?



Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não tem a maior vocação para príncipe encantado, e ainda assim você não consegue despachá-lo. Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita de boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara? Não pergunte para mim.

Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem o seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar (ou quase). Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém. Com um currículo desse, criatura, por que diabo está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito do amor da sua vida!

Martha Medeiros

A FITA MÉTRICA DO AMOR

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho. Martha Medeiros

Sentir-se amado




O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama.

Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.

Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se.

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?

Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho".

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. "Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato."

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Martha Medeiros

O QUE ME FAZ BEM.


Acho a maior graça. Tomate previne isso,cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me
embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo,
faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir
desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!

Martha Medeiros

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Dicas para uma Carreira Artística Saudável

Dicas para uma Carreira Artística Saudável

plane

O Observatório Cristão tem se tornado um guia prático para artistas iniciantes e mesmo nem tão novatos assim, mas que buscam dar um upgrade em suas carreiras dentro das novas tendências do mainstream. Recentemente tivemos a oportunidade de participar de um mega evento voltado para o mercado religioso no país e naquela oportunidade, pude conversar com muitas pessoas a respeito das tendências do mercado fonográfico, sobre as novidades tecnológicas, os avanços da mídia digital, o futuro da mídia física e entre tantos assuntos, um que obteve mais destaque e se tornou bastante recorrente foi “o que devo priorizar para fazer em minha carreira?”

Esta mesma pergunta foi trazida até mim por várias pessoas. Em sua grande maioria, pessoas que estavam iniciando suas carreiras artísticas e que almejavam errar o mínimo possível neste projeto de estréia no segmento. Esta preocupação também se dava em função do interlocutor não ter tantos recursos financeiros e assim, não poder investir somas elevadas de dinheiro para alcançar seus objetivos.

Então, aproveitando um vôo longo entre São Paulo e Recife, optei por reservar esse tempo precioso para tentar traçar um mapa para se alcançar os melhores resultados com os menores riscos. Como, por mais que eu queira ser didático, em função do tempo disponível para escrever este post, procurarei ser o mais direto possível e em outras oportunidades poderemos aprofundar mais sobre um ou outro assunto se necessário, ok?

Antes de começar: você tem talento?

O primeiro passo e, por mais óbvio que possa parecer é necessário que seja analisado criteriosamente, é que o postulante a uma carreira artística seja realmente talentoso. É notório e isto vem sendo inclusive muito comentado por meus pares na empresa onde trabalho, que no meio gospel não há espaço para “enganadores”, ou seja, em nosso meio, o artista tem que ser muito bom mesmo! Ele deve ser um músico completo, um cantor de qualidade, alguém verdadeiramente carismático. É claro que o visual sempre ajuda, mas no caso do artista gospel, não é de forma alguma fator preponderante! Portanto, antes de aventurar-se num projeto como este, procure analisar suas reais possibilidades e esteja atento às análises, críticas e percepções das pessoas.

Desta forma, crendo que você realmente é alguém talentoso e com enorme potencial, saiba que por mais genial que você seja, por mais visceral ou carismático que seja, todos nós precisamos de referenciais e de estofo cultural. Ninguém consegue inventar algo puramente e genuinamente novo sem ter se espelhado em algo que já exista. Portanto, defina quais serão suas referências e estude-as profundamente. Se o seu estilo de música preferida é o pop rock, elenque os principais representantes deste estilo, seja ele secular ou gospel e sugue tudo que puder! Assista vídeos, leia tudo a respeito, aproveite a internet para acessar o máximo de informações a respeito de suas referências.

Sendo músico instrumentista ou intérprete você deve buscar sempre ampliar o conhecimento. Invista ao máximo nos estudos, seja através de caminhos tradicionais como cursos ou conservatórios, ou pela opção web através de sites, vídeos e todo tipo de informação disponível na grande rede. Infelizmente cada vez mais temos nos deparado com mega pop artistas com problemas nas cordas vocais atribuindo a estes percalços a “setas do inimigo”. Não sou defensor deste “inimigo”, jamais! de forma alguma, mas entendo que muitas das vezes ele leva culpa por questões provocadas por nós mesmos! Se você é cantor ou cantora, mesmo com 20 anos de carreira, deve ser acompanhado por um profissional fonoaudiólogo e periodicamente fazer aulas com algum professor de canto.

Vai gravar? As músicas são boas?

Passada esta fase de preparação. Vamos à parte da produção. Em outros posts destaquei a importância do artista investir na contratação de um produtor de qualidade. Assim como não devemos submeter nossa saúde a estudantes novatos de medicina, de igual forma, não devemos entregar um projeto artístico a um produtor iniciante. E neste caso, um profissional de qualidade demanda um investimento à altura! Claro que devemos ajustar o budget ao padrão do produtor, mas ressalto que jamais deve-se cair no erro de fazer economia justamente no profissional mais importante de todo o processo.

Com a participação direta do produtor, parte-se para o momento mais crucial do projeto: a escolha do repertório. Também já comentado por aqui em outros posts, a escolha do repertório jamais deve ser feita de forma rápida e sem critério. A escolha das músicas não se trata de uma mera formalidade antes de partir para a gravação em si e os cliques fotográficos da capa e encarte do CD. Um repertório mal selecionado determinará o insucesso do projeto! Uma das frases que ouço com certa regularidade por parte de cantores é de que o “tal CD tem duas músicas muito boas!”. E aí sempre me pergunto: e o que o consumidor deve fazer com as outras 10 músicas do CD? Se em um repertório o cantor destaca apenas 2 canções, então é sinal de que ele entrou em estúdio tão logo conseguiu encontrar as primeiras 2 canções de qualidade de seu repertório. Então, repertório é coisa séria! Só dê Rec Play em sua produção quando tiver certeza de que o projeto está bem definido, com canções de qualidade.

Depois de dias de gravação, parte-se para a mixagem e masterização. Fases também extremanente importantes e que devem ser analisadas com muita atenção por parte do artista e produtor. Temos alguns textos postados aqui no Observatório sobre este tema e indico que posteriormente você os leia também.

Contrate um designer profissional

Em paralelo ou após o processo de estúdio, o artista passa para a fase crítica de fotografia, elaboração do conceito de capa, design e projeto gráfico do CD. Nesta hora também é importante buscar-se por referências e a web é um ambiente excelente para pesquisas. Abuse dos recursos tecnológicos para buscar referências para seu projeto gráfico e discuta com um profissional (atenção para esta palavra: profissional!) de design sobre quais caminhos seguir. Uma dica importante para a capa do CD é que não devemos nunca analisar o produto de forma isolada. Um teste importante a ser feito é colocar o projeto ao lado de diversas outras capas já lançadas no mercado, afinal este produto irá “brigar” pela atenção dos consumidores nas gôndolas e prateleiras nos pontos de venda. De qualquer forma, faça o máximo de enquetes com públicos distintos para que assim, você possa ter uma melhor opinião sobre qual o melhor projeto a se seguir.

Um passo de cada vez

Falando de carreira, o artista deve focar inicialmente no seu microcosmos. Não adianta querer “estourar” em São Paulo, se você ainda não é sequer conhecido em sua região de origem. O trabalho deve sempre partir do pequeno ambiente para o maior ambiente. Esta é uma ordem natural e praticamente imutável em se tratando de fenômenos artísticos. Também sugiro que você leia um post recente tratando da ansiedade, algo que deve ser dominado sempre!

“Escute esta canção, que é pra tocar no rádio…”

Abordando agora sobre os investimentos na segunda fase (a primeira foi toda esta preparação até o lançamento do projeto), tenha em mente que a principal mídia para o produto música trata-se de rádio. Entre uma página de anúncio numa mídia impressa e a execução da música numa rádio, prefira sempre a segunda. Se eu tratasse de um produto de literatura, a mídia indicada seria justamente a mídia impressa e jamais a mídia radiofônica. Cada produto tem um ambiente propício e a música adequa-se prioritariamente ao ambiente rádio. Com o advento da internet, diversas ferramentas estão surgindo e sendo disponibilizadas no meio para popularizar projetos artísticos.

De forma bem direta e seguindo o conselho anterior de crescimento a partir do microcosmos, faça um cadastro completo das rádios evangélicas de sua cidade e região. Mantenha contato permanente com os programadores e equipe destas emissoras, se possível, invista financeiramente nestas emissoras. Com os primeiros resultados surgindo, comece a expandir suas ações através da internet.

plane

O Observatório Cristão tem se tornado um guia prático para artistas iniciantes e mesmo nem tão novatos assim, mas que buscam dar um upgrade em suas carreiras dentro das novas tendências do mainstream. Recentemente tivemos a oportunidade de participar de um mega evento voltado para o mercado religioso no país e naquela oportunidade, pude conversar com muitas pessoas a respeito das tendências do mercado fonográfico, sobre as novidades tecnológicas, os avanços da mídia digital, o futuro da mídia física e entre tantos assuntos, um que obteve mais destaque e se tornou bastante recorrente foi “o que devo priorizar para fazer em minha carreira?”

Esta mesma pergunta foi trazida até mim por várias pessoas. Em sua grande maioria, pessoas que estavam iniciando suas carreiras artísticas e que almejavam errar o mínimo possível neste projeto de estréia no segmento. Esta preocupação também se dava em função do interlocutor não ter tantos recursos financeiros e assim, não poder investir somas elevadas de dinheiro para alcançar seus objetivos.

Então, aproveitando um vôo longo entre São Paulo e Recife, optei por reservar esse tempo precioso para tentar traçar um mapa para se alcançar os melhores resultados com os menores riscos. Como, por mais que eu queira ser didático, em função do tempo disponível para escrever este post, procurarei ser o mais direto possível e em outras oportunidades poderemos aprofundar mais sobre um ou outro assunto se necessário, ok?

Antes de começar: você tem talento?

O primeiro passo e, por mais óbvio que possa parecer é necessário que seja analisado criteriosamente, é que o postulante a uma carreira artística seja realmente talentoso. É notório e isto vem sendo inclusive muito comentado por meus pares na empresa onde trabalho, que no meio gospel não há espaço para “enganadores”, ou seja, em nosso meio, o artista tem que ser muito bom mesmo! Ele deve ser um músico completo, um cantor de qualidade, alguém verdadeiramente carismático. É claro que o visual sempre ajuda, mas no caso do artista gospel, não é de forma alguma fator preponderante! Portanto, antes de aventurar-se num projeto como este, procure analisar suas reais possibilidades e esteja atento às análises, críticas e percepções das pessoas.

Desta forma, crendo que você realmente é alguém talentoso e com enorme potencial, saiba que por mais genial que você seja, por mais visceral ou carismático que seja, todos nós precisamos de referenciais e de estofo cultural. Ninguém consegue inventar algo puramente e genuinamente novo sem ter se espelhado em algo que já exista. Portanto, defina quais serão suas referências e estude-as profundamente. Se o seu estilo de música preferida é o pop rock, elenque os principais representantes deste estilo, seja ele secular ou gospel e sugue tudo que puder! Assista vídeos, leia tudo a respeito, aproveite a internet para acessar o máximo de informações a respeito de suas referências.

Sendo músico instrumentista ou intérprete você deve buscar sempre ampliar o conhecimento. Invista ao máximo nos estudos, seja através de caminhos tradicionais como cursos ou conservatórios, ou pela opção web através de sites, vídeos e todo tipo de informação disponível na grande rede. Infelizmente cada vez mais temos nos deparado com mega pop artistas com problemas nas cordas vocais atribuindo a estes percalços a “setas do inimigo”. Não sou defensor deste “inimigo”, jamais! de forma alguma, mas entendo que muitas das vezes ele leva culpa por questões provocadas por nós mesmos! Se você é cantor ou cantora, mesmo com 20 anos de carreira, deve ser acompanhado por um profissional fonoaudiólogo e periodicamente fazer aulas com algum professor de canto.

Vai gravar? As músicas são boas?

Passada esta fase de preparação. Vamos à parte da produção. Em outros posts destaquei a importância do artista investir na contratação de um produtor de qualidade. Assim como não devemos submeter nossa saúde a estudantes novatos de medicina, de igual forma, não devemos entregar um projeto artístico a um produtor iniciante. E neste caso, um profissional de qualidade demanda um investimento à altura! Claro que devemos ajustar o budget ao padrão do produtor, mas ressalto que jamais deve-se cair no erro de fazer economia justamente no profissional mais importante de todo o processo.

Com a participação direta do produtor, parte-se para o momento mais crucial do projeto: a escolha do repertório. Também já comentado por aqui em outros posts, a escolha do repertório jamais deve ser feita de forma rápida e sem critério. A escolha das músicas não se trata de uma mera formalidade antes de partir para a gravação em si e os cliques fotográficos da capa e encarte do CD. Um repertório mal selecionado determinará o insucesso do projeto! Uma das frases que ouço com certa regularidade por parte de cantores é de que o “tal CD tem duas músicas muito boas!”. E aí sempre me pergunto: e o que o consumidor deve fazer com as outras 10 músicas do CD? Se em um repertório o cantor destaca apenas 2 canções, então é sinal de que ele entrou em estúdio tão logo conseguiu encontrar as primeiras 2 canções de qualidade de seu repertório. Então, repertório é coisa séria! Só dê Rec Play em sua produção quando tiver certeza de que o projeto está bem definido, com canções de qualidade.

Depois de dias de gravação, parte-se para a mixagem e masterização. Fases também extremanente importantes e que devem ser analisadas com muita atenção por parte do artista e produtor. Temos alguns textos postados aqui no Observatório sobre este tema e indico que posteriormente você os leia também.

Contrate um designer profissional

Em paralelo ou após o processo de estúdio, o artista passa para a fase crítica de fotografia, elaboração do conceito de capa, design e projeto gráfico do CD. Nesta hora também é importante buscar-se por referências e a web é um ambiente excelente para pesquisas. Abuse dos recursos tecnológicos para buscar referências para seu projeto gráfico e discuta com um profissional (atenção para esta palavra: profissional!) de design sobre quais caminhos seguir. Uma dica importante para a capa do CD é que não devemos nunca analisar o produto de forma isolada. Um teste importante a ser feito é colocar o projeto ao lado de diversas outras capas já lançadas no mercado, afinal este produto irá “brigar” pela atenção dos consumidores nas gôndolas e prateleiras nos pontos de venda. De qualquer forma, faça o máximo de enquetes com públicos distintos para que assim, você possa ter uma melhor opinião sobre qual o melhor projeto a se seguir.

Um passo de cada vez

Falando de carreira, o artista deve focar inicialmente no seu microcosmos. Não adianta querer “estourar” em São Paulo, se você ainda não é sequer conhecido em sua região de origem. O trabalho deve sempre partir do pequeno ambiente para o maior ambiente. Esta é uma ordem natural e praticamente imutável em se tratando de fenômenos artísticos. Também sugiro que você leia um post recente tratando da ansiedade, algo que deve ser dominado sempre!

“Escute esta canção, que é pra tocar no rádio…”

Abordando agora sobre os investimentos na segunda fase (a primeira foi toda esta preparação até o lançamento do projeto), tenha em mente que a principal mídia para o produto música trata-se de rádio. Entre uma página de anúncio numa mídia impressa e a execução da música numa rádio, prefira sempre a segunda. Se eu tratasse de um produto de literatura, a mídia indicada seria justamente a mídia impressa e jamais a mídia radiofônica. Cada produto tem um ambiente propício e a música adequa-se prioritariamente ao ambiente rádio. Com o advento da internet, diversas ferramentas estão surgindo e sendo disponibilizadas no meio para popularizar projetos artísticos.

De forma bem direta e seguindo o conselho anterior de crescimento a partir do microcosmos, faça um cadastro completo das rádios evangélicas de sua cidade e região. Mantenha contato permanente com os programadores e equipe destas emissoras, se possível, invista financeiramente nestas emissoras. Com os primeiros resultados surgindo, comece a expandir suas ações através da internet.

sábado, 13 de novembro de 2010

O início.

O sol rastejou por debaixo da porta, riscou uma linha de luz pelo assoalho para formar um ponto brilhante na parede tosca no lado direito da cama. Com o quarto iluminado, ele resmungou a desdita de ter que se levantar. Sentou-se, procurando acompanhar o rastilho que se acendeu no quarto e começou a falar sozinho. "Que dia é hoje? Onde estou? Que lugar é este?".

Sem pressa, estincando os braços para o alto, em um esforço para alongar os músculos retesados, ele caminhou até o banheiro, levantou a tampa do vaso e notou que havia urinado pela madrugada; um cheiro azedo subiu e lhe enauseou. “Que coisa, não me lembro de ter feito xixi!”. Quando ouviu o barulho da micção, sentiu prazer de aliviar a bexiga. "Estranho, eu não lembrava que era tão bom vir aqui de manhã".

Terminou, espremeu o último pingo e se voltou para lavar as mãos. Tomou um susto. O coração dele disparou. “Quem sou eu?”, falou alto, como se brigasse com a figura que surgiu dentro do espelho.

Vestiu-se. De repente, já estava na calçada. O cenário lhe pareceu estranho. Sem conseguir reconhecer a vizinhança, não sabia para que lado se virar. “Esquerda ou direita”? Olhou as mãos e não conseguiu distinguir uma da outra. “Não sei quem sou, como vou saber que lado seguir?". Um pânico súbito se espalhou pelo corpo como um arrepio macabro. “Estou ficando louco”, falou em voz alta.

Um carro parou bruscamente na sua frente. Quando o vidro baixou lentamente, apareceu um rosto feminino ainda mais apavorado que o do homem que ele vira no espelho há alguns momentos. “O senhor poderia me ajudar?”, ela implorava como uma náufraga pedindo uma bóia. “Estou perdida, preciso saber que dia é hoje, quem eu sou, onde estou e para onde vou”.

Ele tentou cadenciar a respiração, mas não conseguiu; o medo era maior do que a capacidade de controlá-lo. “Também estou perdido”, respondeu como uma criança acuada. A mulher não deixou que ele encaixasse a próxima frase. “Acabei de ouvir no rádio que durante a noite, uma estranha amnésia se alastrou como epidemia”. Ninguém mais sabe o nome, as pessoas vagueiam pela cidade sem rumo, sem norte”.

“E por que a senhora acreditou que eu poderia ajudar?", ele indagou vagarosamente. “Eu não tinha nenhuma expectativa em relação ao senhor; parei aqui na frente por acaso. Simplesmente encostei o carro e o senhor foi a primeira pessoa que vi quando ouvi a notícia do apagão da memória coletiva”.

Ele abriu a porta do carro, estendeu a mão como faziam os cavalheiros ao cortejarem as damas medievais e a senhora saiu do carro. “Venha comigo”, ele pediu.

De mãos dadas, os dois dobraram a esquina. E se perderam. Ele jamais acertou o caminho de volta para casa; ela nunca mais se lembrou onde havia deixado o carro. Junto com o mundo, os dois perderam toda memória.

Ele e a nova amiga se viram obrigados a caminhar, caminhar; agora, sempre para frente. Quando estavam muito longe os dois sentiram necessidade de se darem nomes. "De hoje em diante você vai se chamar Adão". E você será Eva. E os dois começaram tudo de novo.

Soli Deo Gloria.

sábado, 30 de outubro de 2010

Um pouco de mim.


Olá gente, faz tempo e muito tempo que não falo nem escrevo nada no meu blog, até proque estou meio corrido( a descupa de todos). Mais hj resolvi dar o ar da graça e falar um pouco do que está acontecendo comigo. Bem acabei de ver o blog da minha amiga Bianca Toledo, ela está bem, mais vamos continuar orando por sua vida, gente ela é tão legal, tão meiga, que as vezes me pergunto porque tudo isso. Mais na vida TUDO tem um propósito, e certa vez ouvi de uma pastora que COISAS RUINS TAMBÉM ACONTECE COM PESSOAS BOAS, e Bianca com certeza é um anjo, sua voz é tão linda. Creio que ela vai vencer tudo isso, porque é uma pessoa de Deus e Deus está com certeza cuidado de sua vida. Bem dei uma olhada nos meus cds que ganho sempre dos meus amigos de ministério e tenho muitos, dei uma separada e, sabe de verdade, as músicas antigas são melhores que as de hj, não sei o que tá acontecendo, mais na minha opinião gosto das antigas. Depois dei uma ligada para um amigo, que acredito esteja passado por algo e que vai vencer e estou aqui na frente do micro escrevendo para vc, me sentido um pouco só, saudades da minha mãe que está no interior, meus amigos(não tenho) verdade. Sabe, me sinto uma luz que ilumina a vida de muita gente, e de vez em quando tenho um BLECAUTE e tem que se virar para ter novamente a luz, porque A está precisando, B está chorando e C está chamando, já se sentiu assim? sugado, cansado e pensativo? É como estou nesse momento. Semana passada chorei muito e nem sei porque mais queria muito RECOMEÇAR em outro lugar, ter novos amigos, acreditar em algo que eu podesse ser útil a alguêm, sabe, quando eu era membro da Igreja Universal e dias de Domingo, feriados a gente saia para evangelizar, falar de Jesus era tão bom, me sentia tão útil, sabe o que é vc orar pelas pessoas, ajudá-las, ou simplismente sò ouvir, como é bom isso. Sabe ainda nem tinha ministério, eu la pensava que um dia iria gravar um cd, ou viajar, ou fazer programa de tv, ou ser ministro de louvor. Não EU SIMPLISMENTE ESTAVA ALI, e era o que importava, não existia preocupação com o futuro porque ele era o real o que eu estava vivendo naquele momente. Sabe, buscava mais, não existia cobranças nem minhas nem de ninguém. Eramos um corpo mesmo. Eu sonhava sim, muito, e tinha uma coisa que o tempo me fez perder A INOCÊNCIA ESPIRITUAL. Sabe você achar que sabe tudo, que já ouviu ou viu aquela pregação, na naquela epóca tudo era novo, a busca, a santidade, os amigos, as pregações, os louvores. O FOCO ERA VIDAS. Hj me pego ouvindo coisas que jámais pensei em ouvir, em ver coisas que jámais pensei em ver. Vou ser bem sincero: O AMADURECIMENTO ME FEZ PERDER UM POUCO DESSA INOCÊNCIA. Tenho um pouco de medo do futuro, das pessoas, e as vezes até de mim. Mahatma Gandhi disse: Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo. Acredito sim nas pessoas, elas são seres com problemas, mais no meio desse oceano tem gente do bem, que ama, que se preocupa com as outras, eu me considero uma delas. Só que é muito dificil ser assim, é um preço muito alto e nem todos querem ou tem tempo para entender. Confúsio falou algo assim: Examina bem os teus pensamentos, e se os vires puros, puro será também o teu coração. Mais Jesus já falava isso a muito tempo, quando disse São os olhos a lâmpada do teu corpo(Lucas 11:34). Amigos tem muita gente com os olhos apagados, fechados, sujos, e não querem ver a vida como ela é, ajudar, levantar,perdoar, amar. Descupe o desabafo é porque não consigo olhar para esse mundo e ver tanta gente não querendo ver, só olhando para suas coisas, metas, sonhos, projetos, e o SER HUMANO, indo a nemhum lugar. Precisamos de referências, de incentivos, de AMOR. Preciso me levantar no meio de tudo isso e começar o que sempre fiz e acreditar que existe sim algo mais além daquilo que eu possa imaginar. Me ajude PAI, pois eu SÓ TENHO VOCÊ NESSA CAMINHADA ,me der forças para as criticas, os nãos, as palavras duras, a dor,o choro, a solidão. Nessa missão me ajuda a ser bom, amavel e a compreender os amigos, e sempre que depender de mim está lá. Pedir perdão quando eu errar, me levantar quando cair, ajudar alguém sem ver o que ela é ou tem, ser amigo, ser irmão, ser humilde sempre pedir perdão, está junto, chorar junto, e entender que tudo passa e um novo dia sempre vai trazer com ele uma nova esperança um começo, e como disse o pastor Kleber Lucas em uma de suas músicas. EU SEI QUE PARA ALÉM DAS NUVENS O SOL NÃO DEIXOU DE BRILHAR.
Obrigado por me ouvir.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Você é fruto dos sonhos de Deus.


Graça e paz do nosso senhor jesus cristo, a palavra de hojeoi dada pelo nosso querido pastor Edivanio no Domingo dia 08/08/2010, a palavra foi em Gênesis 25: 22-24.

Introdução:

Qual a diferença em ser fruto dos sonhos de Deus e não ser.
é que mesmo que as coisas não derem certo no inicio, elas acabaram dando certas depois, pois Deus é que está no controle.

O QUE OCORRE QUANDO EU SOU FRUTO DOS SONHOS DE DEUS; O QUE DEVO FAZER:

1- Quando a gente é fruto dos sonhos de Deus, você passa a ter a certeza que a oração concentra o que está fora do eixo. (Gên. 25:21)


2- Ainda que pareça que não vai acontecer, não desista dos seus sonhos, aleluia.(Gên. 25:26)

A- Mantenha-se perto dele.
B- Acredite nos teus sonhos.

3- Esteja atento para adquerir o direito legal sobre seus sonhos(Gên. 25:31)

A- Sonhos para realizar-se é preciso ter direito sobre eles.

4-Todo direito sobre os sonhos tem um valor,um preço.(Gên.25:34)

A-Quanto custa teus sonhos.

B- Quanto você está disposto a pagar por eles.

C- O que você é capaz de abrir mão para alcança-los.

5-Nossoas sonhos vão passar por decisões de homens cheios de Deus(Gên. 26:2-3)

6-Tenha sempre um cordeiro a disposição para oferecer em resgate dos teus sonhos.(Gên 27:9-10)

7-Deus sempre manda ao encontro aquele que ele escolheu. (Gên. 27:20)


8-Você tem cheiro dos sonhos de Deus.


EU SOU FRUTO DOS SONHOS DE DEUS.




pastortourinho@hotmail.com

Observando os Direitos Autorais


c

Recentemente temos recebido muitas solicitações de pessoas querendo entender um pouco mais a respeito de Direitos Autorais. Esta, sem dúvida, é uma matéria bastante importante no meio musical e ao mesmo tempo bem complexa. Em algumas pesquisas pela web encontramos alguns textos que julgamos bem elucidativas.

A composição musical é um bem inalienável. É um patrimônio resguardado pelas leis, transferível para seus herdeiros e protegido até 70 anos após a morte do autor quando só a partir daí é considerado como obra de domínio público.

Como forma de melhor controlar, administrar e mesmo tornar a obra do compositor mais interessante comercialmente existem as editoras musicais, geralmente ligadas a gravadoras ou selos. Estas empresas buscam oferecer para os intérpretes, as obras de seus clientes compositores para posterior gravação. A editora deve fazer o papel de manager do compositor buscando artistas de relevância no cenário para gravarem suas obras e assim aumentarem as possibilidades de arrecadação dos direitos autorais.

Aqui cabe um comentário bem direto. No meio gospel as editoras musicais não têm agido desta forma, ou seja, fazendo o trabalho de defender e oferecer canções de seus editados para o máximo de artistas, inclusive de gravadoras concorrentes, mas ao contrário disto, têm trabalhado de forma obtusa criando uma reserva de mercado, criando feudos de compositores exclusivos para seus artistas do cast e mesmo impedindo que os editores forneçam material para artistas que não sejam de suas respectivas companhias. Isto é a antítese do conceito de editora musical! Uma miopia difícil de ser entendida e aceita!

Mas retornando ao tema de forma mais didática, o processo continua com as editoras sendo filiadas à Associações (Abramus, Socimpro, Amar, etc) e estas mantendo contato permanente com o ECAD, Escritório Central de Arrecadação de Direitos, uma entidade privada criada por Lei, mas administrada pelos titulares de direitos (autores, artistas, músicos, gravadoras e editoras).

Mas o que são os direitos autorais? A resposta é bastante simples. São direitos morais e patrimoniais que todo autor de uma obra intelectual possui sobre sua criação. Os direitos patrimoniais são aqueles que compreendem, principalmente, a exploração econômica da obra podendo ser transferidos para terceiros inclusive, já os morais do autor sobre sua criação – em nosso caso músicas – são direitos intransferíveis, dessa forma mesmo que a obra esteja sendo explorada economicamente por uma terceira pessoa a autoria continuará sendo atribuída àquela pessoa que originalmente criou a obra tutelada. Esses direitos foram internacionalmente consolidados na convenção de Berna de 1887, em vigência até os dias de hoje.

Uma das dúvidas bem comuns em se tratando de edição e gravação de música tem a ver com o poder de utilização da obra por parte de gravadoras. No site da ABPD encontramos uma pergunta neste tema que vamos reproduzir na seqüência.

“As gravadoras e/ou editoras, também tem propriedade sobre a música? Se um artista “mudar” de gravadora, ele poderá gravar uma música sua que já foi usada em sua antiga gravadora?

O autor da obra tem o direito sobre ela até 70 anos após a sua morte (pois o direito se transfere a seus herdeiros). Há duas categorias de direitos – morais e materiais. O autor pode, por exemplo, autorizar ou não o uso de sua obra por quem quer que seja. Assim, se o grupo Planet Hemp quiser gravar uma música de autoria do Roberto Carlos, ele, Roberto Carlos pode autorizar ou não. Da mesma forma que se ele quiser, pode proibir a TV Globo de tocar suas músicas. Quando, no entanto, o intérprete (diferente do autor, por exemplo o Roberto Carlos cantando música do Erasmo) grava um CD, a gravadora é a detentora da gravação, pela qual pagará royalties ao Roberto Carlos sempre que reproduzir a música e ele terá direitos de execução pública como intérprete, enquanto o Erasmo receberá direitos de execução pública como autor. Assim, se o intérprete é também o autor da música e quiser re-gravar aquela música, ele sempre poderá. Se quiser utilizar a gravação já realizada durante um contrato com a gravadora, terá que pedir autorização, pois o fonograma (aquela gravação) pertence à gravadora.”

Tão importante como manter legalizada a posse de um bem como um automóvel ou mesmo um apartamento, o direito autoral deve ter todo seu registro e documentação mantidos em absoluta organização. É importante que o compositor pesquise bastante sobre os serviços prestados pelas editoras e associações e só depois firme um acordo de administração e trabalho. Uma das dicas mais valiosas é saber quais compositores e artistas fazem parte daquela determinada editora e se possível saber dos próprios como vêem os serviços prestados pela empresa.

Mauricio Soares, publicitário, blogueiro e autor de uma vasta obra de 2 ou 3 músicas pela mais absoluta falta de tempo e foco.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Edir Macedo consagra Pedra Fundamental do Templo de Salomão

Milhares de pessoas estiveram presentes no terreno do Brás, hoje, domingo (08), às 9h30 da manhã, e também às 4:30 da tarde, onde será construída a réplica do Templo de Salomão.

Na concentração realizada pela manhã o bispo iniciou com uma canção, símbolo do Templo, fazendo, em seguida, uma pausa, dizendo que a parte da canção que mais lhe chama atenção é o trecho que fala “...todos que queriam podiam lá entrar...”, dando referência de que todos que quiserem poderão entrar no lugar. Disse também que a pessoa não precisa de ninguém para chegar até Deus. Onde ela estiver pode buscar a Sua presença.



Ele disse que com sinceridade Deus ouve a nossa oração. E isso independe de pecado; Ele ouve a oração da pessoa que tiver sinceridade em seu coração, porque é isso o que agrada a Deus. Por outro lado, a pessoa pode ser religiosa, não fazer mal a ninguém e ainda assim não agradar a Deus por ser fingida e não ser sincera.

O bispo falou ainda sobre a oração de Salomão: “Ouvi a tua oração e a tua súplica que fizeste perante mim...”(1 Reis 9:3) Segundo o bispo, “Deus ouviu a oração sincera de Salomão, mesmo sabendo que lá na frente ele iria se corromper com a idolatria. O seu pecado fez como Deus banisse o Seu povo do lugar em que estava, como já havia dito. E o mesmo tem acontecido com muitos ex-pastores, ex-obreiros e ex-membros, que têm saído da presença de Deus. No entanto, com a construção do Templo de Salomão essas pessoas terão a oportunidade de retornarem para Ele”, explicou.

Além disso, o bispo falou que o que mais glorifica a Deus é quando Ele vê uma pessoa necessitada sendo atendida e sua alma sendo salva.Logo após esta palavra, foi dado início ao primeiro passo para a construção do Templo: o lançamento da pedra fundamental, a primeira pedra das milhares que serão assentadas na construção. Para isso, ele disse as mesmas palavras de Jesus a Pedro: “Também te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16:18). “A pedra não é Pedro e sim a fé no Deus vivo”, disse o bispo.

Ele pediu, em seguida, para que as pessoas estendessem as suas mãos e orou: “Essa pedra será aquela que salvará o povo que chegar até o lugar a partir de hoje.”

O bispo continuou explicando que “a Casa de Israel somos nós, o verdadeiro templo do Espírito Santo e o segredo para nos mantermos salvos é nos mantermos no Altar de Deus, na Sua presença”.

E aconselhou a todos ao dizer que “quem quiser paz está no lugar errado, pois o Altar é lugar de guerra”. Além disso, falou sobre pessoas que possuem fé apenas para garantir sua salvação eterna. Porém, para o bispo, há quem tenha fé para conquistar as promessas divinas, visto que na Bíblia há mais de 8 mil promessas relatadas. E é exatamente devido a isso que é “inadmissível uma pessoa viver na miséria, se ela crer em Deus!”, exclamou.

O bispo finalizou profetizando: “nós vamos construir o Templo aqui (em São Paulo) para nos alegrarmos. Os judeus, em Israel, lamentam por não terem um lugar para fazerem seus sacrifícios a Deus, mas todos nós vamos nos alegrar com a construção deste Templo”.

Em seguida, admitiu: “O meu sonho era que todos pudessem ir a Israel, mas isto é praticamente impossível. Se o povo brasileiro não pode ir a Israel, então, vamos trazer Israel para o Brasil”.

Concentração de fé à tarde

Às 16h, o bispo Macedo falou que ele próprio é testemunho vivo de que Deus tem abençoado “aqueles que se entregam de corpo, alma e espírito no Altar de Deus”. Falou que o povo de Deus também tem que ser assim.

Ele orou por todos ali presentes e ministrou a cura sobre os doentes, citando o milagre de Jesus sobre a mulher hemorrágica e disse que a oração que mais gosta de fazer é pedir para que o povo tenha mais maturidade espiritual e não dê importância somente às coisas materiais. Mesmo assim, afirmou que é o povo de Deus quem deve financiar a Sua obra, pois o Seu povo deve ser abençoado em todos os sentidos.

Após isso, ele fez uma oração de busca ao Espírito Santo e encerrou dizendo que a fé é que vai garantir a vitória do povo de Deus com a construção do Templo de Salomão, que será feita para honra e glória do Senhor Jesus.



Com informações da Arca Universal / Bispo Macedo

Alguns dos 'Políticos Evangélicos' das eleições de 2010

Tribunal Superior Eleitoral, já divulgou todo o registro de candidaturas para as Eleições de 2010.

O registro é obrigatório a qualquer político que vai concorrer nas eleições, ele deve informar cargo que concorre, grau de escolaridade, limite de gastos e entre outras informações.



Abaixo estão alguns dos muios Políticos Evangélicos que estão na corrida dessas eleições.



















































Via: PavaBlog / Fonte: Tribunal Superior Eleitoral

Após vitória apertada sobre Sonnen, Anderson Silva deverá lutar contra o compatriota Vitor Belfort

Chefão do UFC cogita revanche, mas Belfort diz que será próximo rival de Silva


Após vitória apertada sobre Sonnen, Anderson Silva deverá lutar
contra o compatriota Vitor Belfort

A vitória apertada de Anderson Silva sobre Chael Sonnen no último sábado imediatamente deu origem aos rumores em torno da revanche imediata entre os dois lutadores. Até mesmo o presidente do UFC, Dana White, admitiu que existe uma chance razoável de eles voltarem a se enfrentar em breve.

Mas segundo Vitor Belfort nada disso irá acontecer. Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte após o triunfo de Silva, o carioca afirmou que é o próximo desafiante do cinturão e que já está de olho no combate contra o campeão dos médios.

“Conversei com o Lorenzo [Fertitta, dono do UFC] e ele me prometeu que sou o próximo. Realmente foi uma vitória apertada, mas agora eu que vou disputar o cinturão. Só não sei a data exata de quando será essa luta”, declarou Belfort.

Enquanto isso, Dana White, preferiu não dar nenhuma certeza sobre o futuro da categoria. O dirigente admitiu que uma revanche seria o mais provável. No entanto, ele também lembrou que Belfort está na fila para brigar pelo cinturão e preferiu não dar nenhuma certeza sobre o assunto no momento.

“O Anderson foi colocado em uma posição inédita no UFC. O Chael venceu o combate até os instantes finais. Por isso, é normal que todos falem em uma revanche e vamos analisar essa chance com cuidado. Só não podemos garantir que é isso o que vai rolar”, comentou White.

Sem mostrar surpresa pela vitória apertada de Anderson Silva, Vitor Belfort fez questão de elogiar o “Aranha” pelo desempenho e pela finalização a menos de dois minutos antes do término do combate do último sábado, Oakland (EUA).

“O Chael conseguiu colocar o jogo dele em prática. Para mim, ele não surpreendeu pelo o que fez, pois é um grande wrestler. Mas o Anderson conquistou uma grande vitória e mostrou porque é o campeão da categoria. Mostrou coração para conseguir esse resultado”, disse Belfort, enquanto o campeão preferiu não comentar sobre quem tem vontade de enfrentar na sequência.

"Não me importo contra quem vou lutar. Sou um empregado do UFC e vou buscar a vitória contra quem eles colocarem na minha frente", limitou-se a dizer o dono do cinturão.
Rodrigo Farah
Em Oakland (EUA)
Fonte:uol.com.br
MCS


Via: www.guiame.com.br

Possíveis restos mortais de João Batista são encontrados em mosteiro na Bulgária


Restos mortais, pequenos fragmentos de um crânio, os ossos do maxilar, um braço e um dente, foram descobertos incorporados em um altar, nas ruínas do antigo mosteiro em uma ilha no Mar Negro.

A inscrição em grego no elmo de pedra contém uma referência à 24 de junho, data em que supostamente João Batista teria nascido.

“Descobrimos que as relíquias de João Batista são exatamente o que os arqueólogos esperavam”, disse Bozhidar Dimitrov, ministro da Bulgária, sem documentações comprobatórias, além de um ex-diretor do Museu Histórico Nacional, que estava presente quando a urna de pedra foi aberta.

“Foi confirmado que se trata de partes do seu esqueleto.”
De que forma especificamente que os restos mortais chegaram à ilha é um mistério, mas o Sr. Dimitrov afirma a possibilidade de ter sido doado pela igreja cristã de Constantinopla, quando a Bulgária era parte do Império Bizantino.

Outros especialistas questionam a alegação, dizendo que testes de datação por carbono eram necessários antes que os ossos sejam confirmados como pertencentes ao batizador de Cristo.
Muitos países ao redor do Mediterrâneo requisitaram os restos de São João, incluindo a Turquia, Montenegro, Grécia, Itália e Egito.

João Batista, que é especialmente venerado pelos Igreja Ortodoxa Oriental, predisse a vinda de Cristo antes de ser decapitado por ordem do rei Herodes, com a cabeça servida em um prato.

Fonte: Telegraph / Gospel Prime / Escrevendo de Tudo
Tradução: Genizah

Aline Barros acaba de lançar seu DVD "Na Estrada"

Aline Barros

Acaba de chegar da fábrica o aguardado DVD Aline Barros Na Estrada. O DVD não apenas reúne alguns shows da turnê da intérprete como também vai contar um pouco de sua história.

Não se trata de um documentário, é um DVD musical mostrando seus grandes sucessos e pout-pourris exclusivos com canções que são destaque na música gospel, apesar de não terem sido gravadas por Aline em seus álbuns. No repertório principal, músicas que fazem parte de seus trabalhos (adulto e infantil) pela MK Music.

Já nos Extras, um capítulo mostranto outras vertentes de seu ministério, além da música. Ações até conhecidas pelo público de ouvir falar, mas não acompanhada de tão perto. Certamente, o grande diferencial deste projeto que vai mostrar e reserva surpresas e emoções. Toda a captação de áudios e vídeos, além de edições, são da MK Music.


Fonte: Grupo MK de Comunicação / JovemX.com / Portal DT / Escrevendo de Tudo

(Emanuel) O novo CD de Nívea Soares



Nívea Soares

O nome do novo CD da Nívea Soares é Emanuel.

As canções são inéditas e será distribuido pela Onimusic, mesma gravadora do Fernandinho, Clamor Pelas Nações, Livres para adorar. Está sendo gravado em estúdio e provavelmente será lançado em setembro. O álbum terá participação da Roberta do grupo Ellas que faz o back-vocal deste CD.

Revista Época trás reportagem de Capa intitulada: "A nova reforma Protestante”

segunda-feira, 9 de agosto de 2010



Confira o que a revista fala sobre o assunto:

Inspirado no cristianismo primitivo e conectado à internet, um grupo crescente de religiosos critica a corrupção neopentecostal e tenta recriar o protestantismo à brasileira

Rani Rosique não é apóstolo, bispo, presbítero nem pastor. É apenas um cirurgião geral de 49 anos em Ariquemes, cidade de 80 mil habitantes do interior de Rondônia. No alpendre da casa de uma amiga professora, ele se prepara para falar. Cercado por conhecidos, vizinhos e parentes da anfitriã, por 15 minutos Rosique conversa sobre o salmo primeiro (“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios”). Depois, o grupo de umas 15 pessoas ora pela última vez – como já havia orado e cantado por cerca de meia hora antes – e então parte para o tradicional chá com bolachas, regado a conversa animada e íntima.
Desde que se converteu ao cristianismo evangélico, durante uma aula de inglês em Goiânia em 1969, Rosique pratica sua fé assim, em pequenos grupos de oração, comunhão e estudo da Bíblia. Com o passar do tempo, esses grupos cresceram e se multiplicaram. Hoje, são 262 espalhados por Ariquemes, reunindo cerca de 2.500 pessoas, organizadas por 11 “supervisores”, Rosique entre eles. São professores, médicos, enfermeiros, pecuaristas, nutricionistas, com uma única característica comum: são crentes mais experientes.

Apesar de jamais ter participado de uma igreja nos moldes tradicionais, Rosique é hoje uma referência entre líderes religiosos de todo o Brasil, mesmo os mais tradicionais. Recebe convites para falar sobre sua visão descomplicada de comunidade cristã, vindos de igrejas que há 20 anos não lhe responderiam um telefonema. Ele pode ser visto como um “símbolo” do período de transição que a igreja evangélica brasileira atravessa. Um tempo em que ritos, doutrinas, tradições, dogmas, jargões e hierarquias estão sob profundo processo de revisão, apontando para uma relação com o Divino muito diferente daquela divulgada nos horários pagos da TV.

Estima-se que haja cerca de 46 milhões de evangélicos no Brasil. Seu crescimento foi seis vezes maior do que a população total desde 1960, quando havia menos de 3 milhões de fiéis espalhados principalmente entre as igrejas conhecidas como históricas (batistas, luteranos, presbiterianos e metodistas). Na década de 1960, a hegemonia passou para as mãos dos pentecostais, que davam ênfase em curas e milagres nos cultos de igrejas como Assembleia de Deus, Congregação Cristã no Brasil e O Brasil Para Cristo. A grande explosão numérica evangélica deu-se na década de 1980, com o surgimento das denominações neopentecostais, como a Igreja Universal do Reino de Deus e a Renascer. Elas tiraram do pentecostalismo a rigidez de costumes e a ele adicionaram a “teologia da prosperidade” (leia o quadro abaixo). Há quem aposte que até 2020 metade dos brasileiros professará à fé evangélica.

Nos Estados Unidos, a reinvenção da igreja evangélica está em curso há tempos. A igreja Willow Creek de Chicago trabalhava sob o mote de ser “uma igreja para quem não gosta de igreja” desde o início dos anos 1970. Em São Paulo, 20 anos depois, o pastor Ed René Kivitz adotou o lema para sua Igreja Batista, no bairro da Água Branca – e a ele adicionou o complemento “e uma igreja para pessoas de quem a igreja não costuma gostar”. Kivitz é atualmente um dos mais discutidos pensadores do movimento protestante no Brasil e um dos principais críticos da“religiosidade institucionalizada”.
Durante seu pronunciamento num evento para líderes religiosos no final de 2009, Kivitz afirmou: “Esta igreja que está na mídia está morrendo pela boca, então que morra. Meu compromisso é com a multidão agonizante, e não com esta igreja evangélica brasileira.”
Essa espécie de “nova reforma protestante” não é um movimento coordenado ou orquestrado por alguma liderança central. Ela é resultado de manifestações espontâneas, que mantêm a diversidade entre as várias diferenças teológicas, culturais e denominacionais de seus ideólogos. Mas alguns pontos são comuns.
O maior deles é a busca pelo papel reservado à religião cristã no mundo atual. Um desafio não muito diferente do que se impõe a bancos, escolas, sistemas políticos e todas as instituições que vieram da modernidade com a credibilidade arranhada. “As instituições estão todas sub judice”, diz o teólogo Ricardo Quadros Gouveia, professor da Universidade Mackenzie de São Paulo e pastor da Igreja Presbiteriana do Bairro do Limão. “Ninguém tem dúvida de que espiritualidade é uma coisa boa ou que educação é uma coisa boa, mas as instituições que as representam estão sob suspeita.”

Uma das saídas propostas por esses pensadores é despir tanto quanto possível os ensinamentos cristãos de todo aparato institucional. Segundo eles, a igreja protestante (ao menos sua face mais espalhafatosa e conhecida) chegou ao novo milênio tão encharcada de dogmas, tradicionalismos, corrupção e misticismo quanto a Igreja Católica que Martinho Lutero tentou reformar no século XVI. “Acabamos nos perdendo no linguajar ‘evangeliquês’, no moralismo, no formalismo, e deixamos de oferecer respostas para nossa sociedade”, afirma o pastor Miguel Uchôa, da Paróquia Anglicana Espírito Santo, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. “É difícil para qualquer pessoa esclarecida conviver com tanto formalismo e tão pouco conteúdo.”


(Clique aqui para ampliar a imagem)


Sites como Pavablog, Veshame Gospel, Irmãos.com, Púlpito Cristão, Caiofabio.net ou Cristianismo Criativo fazem circular vídeos, palestras e sermões e debatem doutrinas e notícias com alto nível de ousadia e autocrítica. De um grupo de blogueiros paulistanos, surgiu a ideia da Marcha pela ética, um protesto que ocorre há dois anos dentro da Marcha para Jesus (evento organizado pela Renascer). Vestidos de preto, jovens carregam faixas com textos bíblicos e frases como “O $how tem que parar” e “Jesus não está aqui, ele está nas favelas”.

A maior parte desses blogueiros trafega entre assuntos tão diversos como teologia, política, televisão, cinema e música popular. O trânsito entre o “secular” e o “sagrado” é uma das características mais fortes desses novos evangélicos. “A espiritualidade cristã sempre teve a missão de resgatar a pessoa e fazê-la interagir e transformar a sociedade”, diz Ricardo Agreste. “Rompemos o ostracismo da igreja histórica tradicional, entramos em diálogo com a cultura e com os ícones e pensamento dessa cultura e estamos refletindo sobre tudo isso.”

Em São Paulo, o capelão Valter Ravara criou o Instituto Gênesis 1.28, uma organização que ministra cursos de conscientização ambiental em igrejas, escolas e centros comunitários. “É a proposta de Jesus, materializar o amor ao próximo no dia a dia”, afirma Ravara. “O homem sem Deus joga papel no chão? O cristão não deve jogar.” Ravara publicou em 2008 a Bíblia verde, com laminação biodegradável, papel de reflorestamento e encarte com textos sobre sustentabilidade.

“O homem sem Deus joga papel no chão? O cristão não deve jogar. É a proposta de Jesus, materializar o amor ao próximo no dia a dia” VALTER RAVARA, “ecocapelão”, criador do Instituto Gênesis 1.28 e da Bíblia verde.

A então ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, escreveu o prefácio da Bíblia verde. Sua candidatura à Presidência da República angariou simpatia de blogueiros e tuiteiros, mas não o apoio formal da Assembleia de Deus, denominação a que ela pertence. A separação entre política e religião pregada por Marina é vista como um marco da nova inserção social evangélica. O vereador paulistano e evangélico Carlos Bezerra Jr. afirma que o dever do político cristão é “expressar o Reino de Deus” dentro da política. “É o oposto do que fazem as bancadas evangélicas no Congresso, que existem para conseguir facilidades para sua denominação e sustentar impérios eclesiásticos”, diz ele.


Fonte: Revista Época / Gospel Prime / Escrevendo de Tudo

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Eyshila recebe dois discos de ouro em culto emocionante













  • Eyshila foi presenteada por Deus duplamente na noite de ontem. A cantora recebeu das mãos do Deputado Federal Arolde de Oliveira e da vice-presidente da MK Music, Cristina Xisto, os CDs de ouro Nada Pode Calar um Adorador e Som Gospel Eyshila por mais de 50 mil cópias vendidas (de cada). A premiação é certificada pela Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD). Tudo aconteceu durante o Culto da Vitória, na recém inaugurada igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, RJ.

    Toda a equipe da gravadora e as secretárias e familiares de Eyshila guardaram a surpresa, ou seja, a cantora não sabia de nada, e se derramou em lágrimas ao perceber o que estava acontecendo. "Eu quero agradecer à MK por ter me acolhido há 15 anos atras e ter vivido comigo as conquistas, as crises, os problemas. Eu estou muito feliz porque eu não sabia nem se eu ia voltar a cantar, e de repente Deus me presenteia com algo assim, com o selo da minha vitória. Eu louvo a Deus por estar aqui sendo duplamente abençoada. Eu quero dizer que isso é fruto de obediência ao Senhor, a minha família, pastores e claro, ao trabalho muito árduo da minha gravadora MK. que acreditou em mim".

    Arolde de Oliveira fez questão de falar de sua alegria em compartilhar com Eyshila e com sua igreja este momento.

    "Esta é a materialização das bênçãos de Deus sobre a vida da Eyshila, que não é apenas uma cantora, mas uma adoradora. E a MK Muisc não é uma gravadora cujos fonogramas são vendidos simplesmente, mas tem em cada cantor e banda ministérios, que evoluem para ministério da palavra, como é o caso da Eyshila com seu esposo Odilon. Com certeza milhares e milhares de pessoas são abençoadas por Deus através da vida da Eyshila, a gente não tem como mensurar todo o alcance desses suportes fonográficos que levam a mensagem de que só Jesus Cristo Salva", disse o deputado.

    Fonte: MK Music
    Postado por: Felipe Pinh